Mario Montaut

Mario Montaut
Crédito: Itamar Vidal
MÁRIO MONTAUT é brasileiro, italiano, espanhol, índio, mouro, francês... Desenvolve uma sequência de composições que vêm à luz, já em três trabalhos: "Bela Humana Raça" (Dabliú), Samba De Alvrakélia" e "Brincos Do Mar E O Infinito". (Este último em parceria com Floriano Martins, conta com interpretações de Ana Lee). São muitos anos de paixão artística, num panorama que inclui Dorival Caymmi, René Magritte, Ana Lee, Beatles, Vicente Thiné, Augusto de Campos, José Carlos Costa Netto, Borges, Cássio Gava, Regina Hasegawa, Chico, Gil, Roberto Gava, Bráu Mendonça, Debussy, Floriano Martins, Cartola, Graco Braz Peixoto, Ozias Stafuzza, André Breton, Mário Carvalho, Stones, Blavatsky, e muitos outros amores, indispensáveis à sua criação, que abarca, além das canções, poemas, textos, roteiros e mais. Mário Montaut é basicamente um parceiro de todos os seus contemporâneos e ascendentes, humanos ou não, saibam eles ou não. Índios, Negros, Europeus, Sem Terra, Brisas, Baleias, Maremotos, Chuvas, Livros, Discos, Beijos e Trovões Em Todas As Roseiras.