Lucila Novaes

Lucila Novaes
Crédito: Eurico Braga
A música acompanhou os primeiros passos da vida de Lucila Novaes. Filha de mãe cantora de rádio, se formou pianista - e seu desenvolvimento musical começou logo cedo. Cresceu no meio musical, inicialmente ouvindo o coral que a mãe ensaiava na sala da casa e, posteriormente, nas rodas de violão que os irmãos mais velhos gostavam de fazer. Aos 12 anos fazia parte de um grupo ao lado de seus sete irmãos, chamado Fruto Primeiro. Dessa família toda musical surge, então, uma artista plural. Com graciosidade e dona de uma voz singular, Lucila Novaes percorre todas as vertentes da música brasileira com originalidade. Tem como influência grandes nomes da nossa música, como Elis Regina, Fátima Guedes, Tom Jobim, Vinícius de Moraes e Dolores Duran. E foi justamente a música brasileira que consagrou Lucila. Foi aplaudida de pé em uma série de festivais Brasil afora, em que participou ao lado dos compositores Juca Novaes, Edu Santhana e Rafael Altério. Em 2002, foi uma das cinco finalistas no Prêmio Visa, entre quase 2000 cantores de todo o Brasil. Além das canções imortais que construíram a história fonográfica brasileira, Lucila apresenta músicas de sua própria autoria. Já dividiu o palco com grandes nomes como Eduardo Gudin, Zé Luiz Mazziotti, Célia, Alaíde Costa, Quinteto em Branco e Preto, Trovadores Urbanos, Arismar do Espírito Santo, Thomas Roth, Derico, entre outros. Seu mais recente sucesso foi a turnê do show Lucila Novaes canta Caymmi, em que cantou e contou a história deste ícone da música do nosso país. Quem tiver a oportunidade de conferir um show de Lucila Novaes poderá notar que a cantora faz música com a alma escancarada. Ali, exposta, uma artista que vive e respira música.