Geminiana

Intérprete:
Marcia Salomon
Código do CD:
DB0125
Código de barras:
789833903 038 5
Ano:
2006
Gênero:
MPB/Bossa Nova
Obs.:
participação de Roberto Menescal
Compre e baixe no
UOL Megastore
Nesse seu terceiro CD, Márcia Salomon escolheu e gravou apenas canções que fizeram parte de sua vida desde a sua estreia no final dos anos 70, em Londrina, até hoje. O repertório reflete, assim, a trilha sonora da sua carreira e somente poderia ser o CD batizado como "Geminiana", como ela própria se identifica nos versos de Olga Savary que, com a melodia de Madan, abre o disco, antecedida por um pequeno - mas representativo - trecho da canção "Se Todos Fossem Iguais a Você" de Tom e Vinícius. Percorrendo esse caminho, Márcia traz o seu jeito de interpretar "Logradouro" (de Rafael Alterio e Kleber Albuquerque), "Não Vale a Pena" (de Jean e Paulo Garfunkel), "Recado" (de Gonzaguinha) e "Onde Anda Você" (também de Vinícius em parceria com Hermano Silva). Do começo de sua trajetória artística garimpa no tempo a inédita "Fundo Falso"(de J.C.Costa Netto em parceria com Otávio Toledo, de 1977) mas, também, mais sete canções posteriores de Costa Netto: cinco inéditas ("Tons de Outono", "Bar do Alemão" e ainda "Adriana", em parceria com Alberto Rosenblit, "Pro Menesca" e "Gatinho com Novelo de Lã", estas duas em parceria com Roberto Menescal) e duas já gravadas anteriormente ("Rosa in Blues" e "Encostas do Rio", também em parceria com Roberto Menescal), mas ainda não muito conhecidas. A produção esmerada é de Alexandre Fontanetti, que além de autor da maioria dos arranjos é também o principal violonista do CD, que conta com o suingue personalíssimo da guitarra (e até violão em "Pro Menesca") de Roberto Menescal. O CD é dedicado à Roberto Menescal e, além de incluir quatro canções suas, uma delas se volta para homenageá-lo ("Pro Menesca", com letra - e, é claro, título - de seu parceiro Costa Netto), contando um pouco da sua importância no surgimento da bossa nova, mas, principalmente, falando sobre sua vida atual como o madrugador jardineiro (de bromélias, sua paixão) e - sempre - inspirado compositor: "um jardineiro de luz, um carpinteiro do som, no doce amanhecer desse seu violão".