Copacabana

Intérprete:
Trovadores Urbanos
Código do CD:
DB0111
Código de barras:
789833903 014 9
Ano:
2002
Gênero:
MPB/Anos 50
Obs.:
-
Compre e baixe no
UOL Megastore
Após terem coberto o universo da música paulista no CD "Canções Paulistas", que afinal é o território de origem dos componentes do grupo criador das serenatas de casa em casa, nada mais natural que se voltem agora para o Rio, ajustando seu foco sonoro para o bairro de Copacabana. Naquele Rio de Janeiro, ainda a capital do país, onde os mais ilustres representantes de uma elite intelectual e artística conviviam informalmente em reuniões frequentes, num ambiente que é um verdadeiro cenário de filme, os bares do Rio nos anos 50. Nessa época de alta boemia, a música surgia como consequência dos encontros noturnos quase diários nas boatezinhas onde pontificam célebres cronistas como Rubem Braga, Paulo Mendes Campos, Vinícius de Moraes, Fernando Lobo, Antonio Maria, Sergio Porto e muitos outros. Era um soberbo bloco de artistas e intelectuais cuja obra nos transporta para a sedutora atmosfera que, de alguma maneira, tem-se a sensação de ter feito parte de nossas vidas. Mesmo não sendo cariocas, mesmo que muito jovens. Como que percorrendo a curvilínea calçada de Copacabana, os Trovadores Urbanos concentram suas vozes nos sambas-canção do tempo em que as emissoras de rádio eram porta - voz de âmbito nacional para o que se criava no ambiente enfumaçado e regado a álcool das mesinhas de bares do Rio. Nos romances que nasciam e morriam às vezes em uma só noite, mas não desapareciam quando celebrados em versos melodiosamente emocionantes. Esse período foi como um preparatório para a revolucionária Bossa Nova que explodiria logo a seguir. Foi ainda uma fase inusitada já que conviveram em harmonia duas gerações diferentes, alguns dos maiores compositores dos anos 30 como Ary Barroso de um lado, e os novos que surgiam, como Dolores Duran, de outro. Unidos pelo glamour. As melodias dessa época formam um significativo capítulo da memória musical brasileira: Copacabana, Se queres saber, Zum Zum, Bar da noite, Encontro com a saudade, Nossos momentos, Sábado em Copacabana, Kalú, são preciosidades de uma época de boemia pura, que a neblina do tempo tenderia a desvanecer, não tivessem tais canções o brilho ofuscante das gemas de uma mina da música popular. (Zuza Homem de Mello)