Vinte e um anos de estrada

Intérprete:
Língua de Trapo
Código do CD:
DB0078
Código de barras:
789718122715-8
Ano:
2000
Gênero:
Humor
Obs.:
gravado (ao vivo) Disponível apenas para download
Compre e baixe no
UOL Megastore
O CD Vinte e Um Anos na Estrada, do grupo paulistano Língua de Trapo, foi gravado "ao vivo" em janeiro de 2000, no Teatro Sesc Pompéia, em São Paulo.  A produção é primorosa: a gravação, mixagem e masterização ficaram a cargo da excelente unidade móvel do Estúdio Audiomóbile, do veterano Egídio Conde, que aliados à sensibilidade do engenheiro de som Luiz Leme, garantiram ao CD um som da melhor qualidade. A capa é uma sátira hilariante ao disco Abbey Road, dos Beatles, criada e executada por Carlos Castelo Branco, Cesar Finamori e Antonio Rodrigues. Apesar do clima de celebração - comemorando os vinte e um anos de "teimosia" do grupo com oito "hits obrigatórios" - o CD traz ainda nove composições inéditas. Entre as novas, destacam-se "O Cookie do Meu Bem" (uma explícita homenagem a Genival Lacerda, na forma de um delicioso xote, com letra de duplo sentido), "Ai, que Vontade!" (uma gozação com os grupos de pagode, cuja letra traz 26 sinônimos para o ato de ralar e rolar...) e "Movido a Álcool", um heavy-pagode-etílico. Entre as "consagradas", estão "O Homem da Minha Vida", "Força do Pensamento", "Quem Ama não mata" e a inevitável "Concheta".  Para os fãs do Língua de Trapo, esse CD é absolutamente indispensável. Para os que ainda não conhecem o trabalho do grupo... também!